Fígado de acordo com a medicina chinesa

Publicado por Carolina Thibes em

O fígado (gan), na medicina chinesa, pertence ao elemento madeira, segundo a Teoria dos Cinco Elementos. O elemento madeira tem como cor predominante o verde, pois representa as florestas, as árvores. Pertence à estação do ano primavera, por retratar o renascimento, a expansão dinâmica. E tem como emoção predominante a raiva. 

O papel mais importante do fígado, na perspectiva da medicina chinesa, é assegurar o equilíbrio emocional. É o fígado o responsável pelo fluxo de energia, por fazer circular o Qi (energia vital) pelo corpo. Esta força que faz o Qi  circular se caracteriza na energia de impulso, da vontade de agir. O fígado atua como o general de um exército, dirigindo as forças do corpo, direcionando quando, onde e a quantidade de energia a ser utilizada. Quando o general está desequilibrado, suas tropas também se desalinham. Assim, a manutenção do livre fluir da energia do fígado permite responder adequadamente aos desafios da vida, aos desafios emocionais e afetivos. Quando o fígado está em desequilíbrio por excesso de energia, há a raiva, mais exatamente, a raiva reprimida. Quando está em falta de energia, há o medo paralisante, a procrastinação. 

Outra função do fígado, segundo a medicina chinesa, é armazenar o sangue. Dessa forma, é de grande importância para a saúde feminina que haja o livre fluxo do Qi do fígado. Quando o Qi do fígado está estagnado ou em excesso na mulher, o processo menstrual pode ficar prejudicado. Nesse caso, a mulher pode ter tensão pré-menstrual (TPM) mais acentuada, sentir excesso de cólica e o fluxo menstrual pode ter mais coágulo do que de costume. Em casos mais graves, a estagnação do sangue na mulher pode acarretar doenças como mioma e endometriose.

Olhos e tendões também têm relação com o fígado

O fígado abre-se nos olhos, ou seja, os olhos são a manifestação externa deste órgão. De acordo com a medicina chinesa é o fígado quem rege a visão. O fígado está ligado aos olhos, porque o seu meridiano interno leva essa energia até os olhos. Assim, as patologias na visão podem sinalizar alguma alteração no fígado. 

figado

Glaucoma, miopia, olho seco, conjuntivites, olhos vermelhos sem processo inflamatório, visão fraca, embaçada ou borrada, terçol, pontos brilhantes que aparecem no campo visual, dentre outros, podem indicar que há problemas no fígado. Lágrima é um fluido de correspondência deste órgão.
Por fim, o fígado domina os tendões. É este órgão quem rege as articulações do ombro e dos joelhos. Bursites, tendinites e dores nos joelhos sem causa aparente podem indicar comprometimento da energia do fígado. Os estiramentos freqüentes também estão neste quadro, pois a falta de flexibilidade é uma característica de energia do fígado desequilibrada.

Categorias: Estudo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *