A Teoria dos Cinco Elementos na Medicina Chinesa

Publicado por Carolina Thibes em

A medicina chinesa entende que tudo no universo é constituído de cinco elementos, inclusive nós, seres humanos e que o movimento e mutação destes cinco elementos desencadeariam os fenômenos do universo. Os cinco elementos são: madeira, fogo, terra, metal e água. 

A Teoria dos Cinco Elementos na Medicina Tradicional Chinesa é uma teoria de integração do homem com a natureza em que a cada um destes elementos são atribuídos valores, características e sensações. Esses aspectos existem em correspondência, na mesma vibração tanto no homem como na natureza.

A Madeira é expansão e está relacionada ao sentimento de zanga, raiva, tendo como som o grito e a cor predominante o verde, sendo responsável pelo fígado e vesícula biliar. O Fogo é ascendência e está relacionado ao sentimento de alegria, excitação, tem como som o riso, sua cor predominante é o vermelho e é responsável pelo coração e intestino delgado. O elemento Terra representa a neutralidade, tem como emoção associada o pensamento, seu som é o canto, sua cor predominante é o amarelo e é responsável pelo baço-pâncreas e estômago. O Metal é a contração, seu sentimento associado é a preocupação, seu som é o choro, sua cor predominante é o branco, sendo responsável pelo pulmão e intestino grosso. Por fim, o elemento Água está associado ao movimento descendente, está relacionada ao sentimento de medo, tem como som o gemido, sua cor predominante é o preto e é responsável pelos rins e bexiga. 

Todos nós temos os cinco elementos nos nossos corpos. O mínimo ou o excesso deles em nós pode ser equilibrado com a alimentação, atividades físicas (que são correlatas as características deles) e com a acupuntura

Existem dois ciclos que são fisiológicos, mantenedores da saúde, tanto da natureza quanto do ser humano. Um deles é o Ciclo de Geração, onde um elemento gera o outro elemento, ou seja, há uma sequência em que cada elemento é gerado pelo precedente, dando origem ao elemento seguinte.  Um é mãe e o outro é filho. O elemento Água é mãe do elemento Madeira, que é mãe do elemento Fogo, que por conseguinte é mãe do elemento Terra, que é mãe do elemento Metal e que é mãe do elemento Água. Mas não se pode apenas gerar, apenas motivar, senão ocorre o desequilíbrio. Então para equilibrar, para assegurar que haja o equilíbrio entre os elementos e a normalidade de seus processos existe o controle, a restrição, a dominância, e este ciclo também está representado na mandala dos Cinco Elementos. É o ciclo chamado de Ciclo de Dominância, ou avô e neto: quem domina é o avô e quem é dominado é o neto. Aqui os elementos formam relações de controle e restrição uns sobre os outros. Da mesma maneira como ocorre na natureza, neste Ciclo de Dominância, o elemento Água apaga o Fogo, o elemento Fogo controla o elemento Metal, o Metal controla o elemento Madeira, a Madeira controla o elemento Terra e a Terra controla o elemento Água. 

Como os Cinco Elementos têm estreita interdependência entre si, o desequilíbrio de um repercutirá sobre todo o sistema.

Categorias: Estudo

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *